Rubem Fonseca vence Correntes d’Escritas

Rubem Fonseca, com a obra “Bufo e Spallanzani”, venceu o Prémio Casino da Póvoa, atribuído no âmbito do Correntes d’Escritas. O anúncio foi feito hoje de manhã na Sessão de Abertura do Encontro de Escritores de Expressão Ibérica.

rubem-fonseca

Esta obra de Rubem da Fonseca sucede a “O Livro do Sapateiro”, de Pedro Tamen, que venceu em 2011.

O trabalho “Vergílio Vagaroso”, de Tomás Anjos Barão, sob o pseudónimo de Duplo Arco-Íris, foi o vencedor do Prémio Literário juvenil Correntes d’Escritas/Papelaria Locus.

Já o Prémio Conto Infantil Ilustrado Correntes d’Escritas/Porto Editora o 1º lugar foi para um trabalho da turma SP do 4º ano da Secção Portuguesa do Lycée de Saint-Germain- en-Laye, de França.

“Amar o Mar – Minha Terra Natal”, de Miguel Louro, sob o pseudónimo de Félix Ribeiro, foi o trabalho escolhido para vencer o Prémio Fundação Dr. Luís Rainha.

Mais de meia centena de escritores estão presentes, a partir de hoje, neste 13º  Correntes d’ Escritas.
Dos escritores que se reunirão para debater e apresentar livros, muitos já estiveram em edições anteriores, mas 18 deles rumam a este encontro organizado pela autarquia local pela primeira vez.
Este ano a câmara poveira condensou o evento de 4 para 3 dias.